INTERCÂMBIO

Entrevista para a Revista EI! como Embaixadora BELTA

Tive a oportunidade de falar um pouco sobre minhas experiências com intercâmbio e como criadora de conteúdo.

Desde janeiro eu sou -e com muito orgulho – a Embaixadora Oficial Belta que é a associação referência no quesito intercâmbio, sendo reconhecida no Brasil e no exterior a quase 30 anos!!!

Desde então, desenvolvemos campanhas e projetos incríveis, como o Grupo Montreal 2022 que vocês estão acompanhando em minhas redes sociais (@mialvess). Pra mim, isso tem sido muito especial, sabe?! É tipo o reconhecimento máximo do meu trabalho ser escolhida e convidada da Belta para ser embaixadora. Além de poder contribuir com sua nova fase que esse vídeo apresenta… e aliás! me diz se não é inspirador…

Tenho certeza de que essa relação está apenas começando e em breve lançaremos mais novidades para vocês.

A Belta faz vários trabalhos incríveis para você que já fez ou quer fazer intercâmbio e, entre eles, a Revista EI!, que eu tive a oportunidade de participar numa entrevista onde conto sobre minhas experiências em diferentes tipos de intercâmbio : primeira viagem, maiores dificuldades e principais dicas. Além disso, falei sobre minha carreira como criadora de conteúdo. Se você gosta de intercâmbio assim como eu, não pode deixar de conferir todas as matérias dessa edição da Revista EI! e minha entrevista completa.

Como começou essa paixão por intercâmbio? 

Fiz o meu primeiro intercâmbio quando tinha 20 anos. Morei em Denver, capital do Colorado, nos Estados Unidos, por 18 meses, como Au Pair. Eu sempre via o intercâmbio como algo muito distante da minha realidade, então eu achava que não era pra mim, mas foi dar o primeiro passo e eu vi que há diversas formas de viver essa experiência. No meu caso, com o programa Au Pair eu tive a oportunidade para passar um tempo no exterior e realmente ver como era. Quando eu fui e vi que o mundo é muito maior do que a gente pensa, do que a nossa bolha, a nossa família, nossa cidade… foi muito transformador.

E de lá para cá, o que mais aconteceu? 

Depois do primeiro intercâmbio, estudei Business English em Nova York, estudei também em Toronto, no Canadá, em Oxford e Liverpool, na Inglaterra. E na Escócia estudei em Edimburgo. Já fiz uma viagem cultural bem legal pra Itália e  estudei um mês em Dublin. 

Quais deles foi o favorito? 

Olha, é difícil escolher a que eu mais gosto. Todos foram muito especiais!!! Eu sempre falo que o intercâmbio é uma experiência muito única. Mesmo que eu volte para o mesmo lugar, para a mesma cidade, mesma época do ano… não vai ser uma experiência igual àquela que eu já vivi.  Então, eu acho que todos são bem memoráveis, carrego todos com muito carinho. 

Qual sua dica de ouro para quem está pensando em fazer o primeiro intercâmbio? 

A base do intercâmbio é o planejamento

  • Pesquisar quais são os tipos de intercâmbio disponíveis.
  • Definir o destino.
  • Entender o quanto esse sonho de estudar no exterior custa
  • Quanto tempo você vai demorar pra levantar esse dinheiro?

Sem planejamento, a gente não consegue alcançar nossos objetivos. Então é priorizar realmente esse projeto de intercâmbio porque não é algo barato, não é um investimento baixo, então precisa de planejamento para dar tudo certo e você se sentir mais confiante e tranquilo. 

DICAS DE APP PARA INTERCÂMBIO

5 Apps que você deve ter no smartphone durante um intercâmbio

  • Google Maps – Ajuda demais para ver os trajetos que precisa fazer com transporte público quando sai de casa pra escola e também pra conhecer os pontos turísticos.
  • SkyScanner – Para pesquisar as passagens de voo mais baratas, principalmente se você está na Europa. É ótimo para planejar viagens low cost.
  • Flixbus – Para viajar de ônibus pela Europa, o que é muito mais barato do que viajar de trem. Perfeito para quem quer economizar. Nos EUA o Megabus é ótimo também.
  • Google Translate – Com ele dá pra usar a câmera do celular para traduzir placas e também para se comunicar, ou tirar alguma dúvida que você tenha sobre o idioma.
  • Happy Cow – Serve para encontrar restaurantes veganos pelo mundo!

PERRENGUES CHIQUES

Mesmo planejando tudo, sempre acontece um perrengue ou outro … o que é super normal, e é até bom que essas coisas aconteçam para ter boas histórias para contar!

No começo, principalmente no meu primeiro intercâmbio, quando eu não sabia me comunicar muito bem, usava o tradutor do google e mímica para me fazer entender.  Uma vez, a pessoa me perguntou alguma coisa, eu respondi ‘yes’ e ela ficou com uma cara de ‘hm… sério?’. É uma pergunta que eu não sei qual foi até hoje, mas provavelmente eu deveria ter respondido não ou qualquer outra coisa. 

Quais foram os objetivos com os intercâmbios? Estudar o idioma, outros cursos? 

Tirando a primeira viagem, todos os outros foram um pouco mais curtos, de três a quatro semanas, e com o viés de estudar o inglês, de preparar para um teste de proficiência como o IELTS, ou de fazer business english… 

A gente sabe que o intercâmbio não é só o estudo em si, então eu mostro muito da rotina do intercambista, da minha alimentação vegana em cada lugar que eu vou, da cultura em si, das atrações, tudo que envolve uma experiência como o intercâmbio. Tenho a ideia de nos próximos anos aprender outros idiomas, como francês e espanhol.

Quando você resolveu produzir conteúdo em cima do tema intercâmbio? 

Durante a experiência como Au Pair, comecei a criar conteúdo e a fazer os vídeos pro meu canal de YouTube, que é meu carro-chefe e me traz mais retorno. A ideia foi documentar a experiência que eu estava tendo, mas quando eu comecei a ver que poderia colher os frutos e transformar isso no meu trabalho, tudo só melhorou.  Consegui juntar paixões de viajar, de estudar e de trabalhar com aquilo que gosto. A partir do momento que você começa a viajar, você quer fazer isso o máximo de vezes possível. Desde sempre eu sonhava em conhecer lugares, e quando a gente começa a realizar esses sonhos, a gente percebe, principalmente sendo mulher, que é possível, que a gente consegue.

São sete anos de criação de conteúdo, sempre tentando viajar para trazer uma nova experiência para quem me acompanha, e ajudar a galera a identificar o melhor destino, tipo de intercâmbio e etc. Me diz?! Te ajudei um pouquinho mais para realizar o sonho do seu intercâmbio?

Dê o primeiro passo, isso é muito importante! Não deixa de conferir o meu post  As melhores Agências de Intercâmbio em 2021.

Comments

comments

Michelle

Oii, tudo bem com você? Espero que sim! Me chamo Michelle Alves, tenho 27 anos e sou formada em Publicidade e Propaganda. Sempre me interessei por escrita, arte, fotografia e viagens. Em 2911 eu criei meu primeiro site e em 2014 durante o meu primeiro intercâmbio (Au Pair nos EUA) eu criei o meu canal no Youtube para compartilhar minha vivência em outro país, experiências de intercambista e dicas de como outras mulheres poderiam fazer o mesmo que eu. Voltei ao Brasil em 2015, e ver várias mulheres seguindo meus passos, saindo da zona de conforto e se jogando no mundo como eu fiz, me deu o gás necessário para continuar. Desde 2018 o meu canal no Youtube é o maior no segmento de Intercâmbio! Também amo viajar sozinha, já fiz um mochilão pelo Leste Europeu em 2019, visitei 20 países ao total e ainda quero visitar muitos outros! CONTATO COMERCIAL: contato@mialves.com

Recent Posts

3 coisas que você precisa saber sobre Higher Education!

Muitos de vocês me perguntam sobre Higher Education, então separei algumas dicas!Higher Education, ensino superior…

1 mês ago

Áustria: Sendo Au Pair no país de Mozart

Se você gosta de viajar e já fez, ou quer fazer um intercâmbio mais acessível,…

3 meses ago

Ano Voluntário Social na Alemanha FSJ

Nos últimos anos a Alemanha tem se tornado um destino muito buscado por intercambistas. Paisagens…

3 meses ago

Melhores e mais confiáveis Agências de Intercâmbio em 2021

Hoje eu vou te ajudar na hora de decidir  entre as melhores e confiáveis agências…

4 meses ago

Cruzeiro curto ou longo – qual escolher?

Tanto no Brasil, quanto em rotas internacionais, há cruzeiros mais curtos (3 ou 4 noites)…

4 meses ago

Quais são os passos para voltar à normalidade para as viagens de intercâmbio?

Desde março de 2020 começamos a nos adaptar a um vírus invisível aos nossos olhos…

5 meses ago